Mulher quer processar Correios por má prestação de serviço

correios

Uma mulher identificada como Nadir Dias de Jesus moradora do Bairro Santa Terezinha, em Palotina, registrou na manhã desta terça-feira (25), boletim de ocorrência junto a delegacia de Polícia Civil local contra a Agência dos Correios após ter documento danificado durante entrega.

Nadir procurou a reportagem do Correio do Ar e falou sobre o assunto. “Solicitei o histórico escolar do meu filho que anteriormente estudava na Bahia, o documento foi postado e chegou até Palotina, porém na tarde desta segunda-feira (24), por despreparo ou má vontade de um dos servidores da Agência dos Correios local, o documento acabou molhando e tornando-se inutilizável”, reclamou a mulher, ao mesmo tempo em que complementa. “Durante a chuva ocorrida na tarde ontem, o carteiro deixou a correspondência jogada no pátio da casa da minha vizinha. Casa esta que possui o numeral 210, enquanto que na correspondência consta o número da minha casa que é 216. O número da minha residência é visível da rua e inclusive possui caixa para recebimento de cartas”.

“Acho um absurdo tudo isso. Agora terei que fazer novo pedido do documento ter despesas desnecessárias por causa de um serviço prestado de forma errada”, complementou Nadir.

Após registrar o boletim de ocorrências, ela foi até a agência de Palotina e foi informada que a reclamação deveria ser feita através do número 0800. A vítima ligou no número repassado pela funcionária. Durante a ligação foi informada para acessar a página da agência na internet, porém a dificuldade encontrada para formalizar a reclamação fez com que a mulher desistisse. Um advogado foi procurado e deverá entrar com ação judicial contra a Agência dos Correios.

A reportagem deste diário foi até a Agência dos Correios de Palotina a fim esclarecer os fatos, porém foi informada que os funcionários não estariam autorizados a falar sobre o assunto.

Correio do Ar