Gaeco e Polícia Militar deflagram operação contra tráfico de drogas

gaeco

O Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e a Polícia Militar do Paraná deflagraram na manhã desta terça-feira (1º de setembro) a Operação Conde Baracca, que investiga duas associações de traficantes de drogas.

A operação, que partiu de investigações do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e da Corregedoria-Geral da PM, tem por objetivo o cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão e de 15 mandados de prisão, sendo que dois destes são contra pessoas já presas. Também foi determinada a apreensão de seis veículos e solicitado ao Juízo o bloqueio das contas correntes dos envolvidos.

Uma das quadrilhas foco da operação atuava na região do Bairro Xaxim, em Curitiba, com o envolvimento de dois soldados da Polícia Militar. Além de fornecer drogas ao chefe da quadrilha – que já era alvo de um mandado de prisão –, há indícios de que os policiais praticavam usura (empréstimo de dinheiro a juros ilegais) e lavagem de dinheiro. Na manhã desta terça-feira, foram encontrados com os policias cheques que somam valores de R$ 1 milhão. A segunda quadrilha, por sua vez, trazia drogas de Foz do Iguaçu para vendê-las a traficantes varejistas de Curitiba.

Durante as investigações, foram apreendidas, em várias ocasiões, drogas em poder das quadrilhas. Nesta terça-feira, houve apreensões de armas, dinheiro e drogas.